segunda-feira, 4 de abril de 2011

PM Elvis Douglas salva vida de motorista na JK


A ação rápida do policial foi importante para evitar morte da pessoa

Mario Tomaz
da reportagem

Um fato mobilizou a policia militar do Amapá nesta semana. O policial Elvis Douglas, do 1o Batalhão da PMAP, ao sair do trabalho, acompanhou um acidente entre uma fronteir e uma motocicleta, fato que motivou a queda brusca de Manoel do Socorro Castro Cardoso, de 45 anos e de uma menina de 10 anos, que estava com ele. No chão, acidente ocorrido em frente a Universidade Federal do Amapá, na rodovia JK por volta das 12h30.
Manoel ainda conta emocionado que somente a vontade do policial em estar lhe reanimando foi possível lhe devolver a vida. "Eu não escutava nada a não ser a voz desse policial, e a vontade de viver foi maior do que tudo", explicou Manoel, que ainda continua enfermo, mas em casa.
Elvis Douglas nos conta que, ao ver a situação em que o motoqueiro se encontrava desceu do carro e seguiu correndo até o local. Ao se aproximar percebeu que a vítima estava com as pupilas dos olhos dilatadas e não respondia a nenhum estímulo. "Naquele momento eu passei a fazer a massagem cardíaca nele e respiração boca a boca. Ele não respondia. Estava falecido. Foi então que fechei meus olhos e pedi com toda a minha fé pra Deus não o deixar morrer. Quando voltei a massagear o peito dele o homem voltou a respirar. Foi a mão de Deus quem agiu sobre a minha mão devolvendo a ele o direito de viver", disse.
Médicos do Hospital de Emergências de Macapá (HE), disseram que se o soldado da Polícia Militar não tivesse efetuado o procedimento de reanimação naquele exato momento a vítima não teria sobrevivido até a chegada do socorro médico especializado.
Outro fato importante foi que um médico apareceu no local e disse que ele estava morto, mesmo assim, o policial continuou tentando reanimá-lo até conseguir seu objetivo "Fiquei triste em saber que ele poderia morrer porque a filha, uma criança de 10 anos se abraçasse em mim e pedia para ajudar o pai dela. Olhei para o céu e disse: - Deus, faça a sua vontade prevalecer", e então, o homem se reanimou. Foi emocionante, nunca tinha sentido uma paz tão grande no meu coração", retrucou o soldado militar.
Elvis Douglas foi mais além. Está fazendo campanha para ajudar Manoel Cardoso, que está doente e em sua residência. Ele mora no bairro Universidade e quem quiser ajudar pode ligar para 9116-3015.

2 comentários:

Magaly Xavier disse...

Ser heroi hoje é muito difícil, espero que esse ato de altruismo seja seguido e ampliado, precisamos de mais gente disposta a servir a Deus e cuidar dos homens.

ivone disse...

Gostaria que você acrescentado o quanto o amigo Elvis também correu risco de vida nessa situação, afinal no meio de uma pista de rodovia, movimentada, sozinho, tendo de acudir um cidadão que estava morrendo, sem ninguem para parar o trânsito? Não foi só um ato de heroismo, foi altruismo, e coragem, afinal a vida dele também corria risco. Ivone Amanajás...